09/05/2014

NA PONTA DA LÍNGUA apresenta: Amaranto


                                                                     AMARANTO




O amaranto é um tipo de cereal originário do Peru. Apesar dos benefícios nutricionais, ele é um alimento ainda pouco conhecido e utilizado no Brasil, mas que tem recebido papel de destaque por apresentar quantidades de proteínas, fibras, vitaminas e minerais superiores aos observados na maioria dos outros grãos de cereais como arroz, milho, trigo, centeio e cevada.



Nesses pequenos grãos também são encontradas elevadas quantidades de cálcio, ferro, zinco, fósforo, vitaminas A e C. Em comparação com os outros cereais, o amaranto tem maior teor de gorduras saudáveis para o corpo, como as mono e poliinsaturadas.
Os grãos do amaranto podem ser consumidos em sucos, vitaminas, sopas, ensopados ou recheios. A farinha do amaranto pode ser incorporada em diversas preparações, tais como pães, bolos, tortas, biscoitos, mingaus e massas alimentícias. 

Para o preparo de massas, é necessário que haja a combinação da farinha de amaranto com a farinha de trigo, arroz ou milho. Substitua 1/3 da farinha de trigo refinada, por exemplo, pela farinha de amaranto (se na receita constar três xícaras de farinha de trigo, substitua uma por farinha de amaranto). As folhas do amaranto também podem ser utilizadas no preparo de saladas e refogados.



O amaranto é um carboidrato complexo com grande quantidade de proteína. Juntas, essas substâncias colaboram para aumentar a sensação de saciedade - fazendo com que você sinta bem menos fome.

Além do seu alto valor nutritivo, estudos têm mostrado que o consumo regular de amaranto pode ajudar na redução dos níveis do colesterol total do sangue, auxiliar diabéticos no controle da glicemia e contribuir para a redução de peso corporal. Por ser rico em antioxidantes, ele também atua na prevenção de doenças do coração e do câncer. O amaranto não contém glúten e é uma ótima opção para os celíacos (pacientes que devem restringir o glúten 
da alimentação diária).


O amaranto não é recomendado para portadores de diabetes, pois possui alto índice glicêmico. Quando um alimento conta com alto índice glicêmico, a absorção de glicose é rápida o que leva ao aumento das taxas de glicose no sangue e pode causar uma hiperglicemia o que agrava o diabetes. Pessoas com doenças renais também devem evitar o grão por ele ser rico em proteínas e o excesso do nutriente poder sobrecarregar os rins.
                                        Como o amaranto é rico em proteínas, 
o consumo de grandes quantidade do alimento ao longo do tempo pode sobrecarregar o funcionamento do fígado e rins. Além disso, como o alimento também conta com carboidratos, é preciso consumir com moderação, já que o excesso do nutriente pode levar ao ganho de peso.



Pesquisa: silveira
Fontes: www.nissin.com.br/ http://mdemulher.abril.com.br/ http://www.minhavida.com.br/
Vídeos:


calendário humano......